Australianos lançam cerveja de ‘vómito de baleia’

Partilhar por e-mail










Enviar
21
Partilhas

O âmbar-cinzento (ambergris) é um material sólido, ceroso, formado no intestinos das baleia e que se julga ter um papel no auxílio da digestão do animal. Essa substância é regurgitada para o oceano quando a baleia morre e raramente chega à costa. Isso faz com que seja raro e muito caro. Em 2012, uma peça com cerca de meio quilo foi vendido por 63000 dólares americanos. É utilizado na indústria do perfume e há quem o considere afrodisíaco.

Pedaços de âmbar-cinzento

O âmbar-cinzento utilizado na cerveja

Esta substância já fui utilizada por diversas vezes na elaboração de bebidas, como cocktails, e agora despertou a atenção da cervejaria australiana Robe Town Brewery, que vai lançar a Moby Dick Ambergris Ale – uma amber ale imperial com 7,5% de álcool/vol. A ideia surgiu depois de um dos seus cervejeiros ter encontrado 400g de âmbar-cinzento numa praia.

“Quando ouvi que o âmbar-cinzento era usado na indústria dos perfumes, pensei ‘Será que pode ser utilizado para dar sabor ou condimentar uma cerveja'”, disse o cervejeiro Maris Biezaitis à ABC.net. “Era uma peça relativamente fresca, bastante fedorenta, por isso esteve a arejar e a curar no quintal antes de usá-la”.

Para extrair o aroma, Biezaitis mergulhou bocadinhos do âmbar-cinzento em álcool para criar uma tintura que pudesse ser adicionada durante o processo de produção da cerveja.

A cervejaria descreveu a cerveja como: “pungente, aroma animalesco, perfume almiscarado e etéreo, encorpado, malte caramelo e sabores frutados, amargor muito equilibrado.”

“Apesar do aroma poder não ser para os mais sensíveis, e a cerveja não ser propriamente vegan (longe disso), o perfume do âmbar-cinzento acrescenta outra dimensão a esta experiência de degustação única”, acrescentaram.

 A cerveja é uma edição especial que será apresentada num festival de cerveja em Melborne.

Deixe uma mensagem!