cerveja hidrata

Cerveja é tão eficaz quanto a água na reidratação após exercício, diz estudo

[ultimatesocial skin="easy" networks="facebook,twitter,mail,total" custom_class="ultimatesocial-single top" count="false" align="left" share_text=""]

Ao contrário do que maioria das pessoas possam pensar, consumir cerveja moderadamente após o exercício físico parece ser tão eficiente quanto beber água para reidratar o corpo. A conclusão é de um estudo espanhol apresentado há poucos anos em Bruxelas, na Bélgica, durante o Simpósio Europeu de Cerveja e Saúde.

Manuel Castillo, da Universidade de Córdoba, queria saber se o hábito de tomar a bebida depois de uma atividade física fazia mal, no entanto “não se encontrou nenhum efeito específico e nenhum negativo que possa ser atribuído à ingestão de cerveja em vez de água”, afirmou o médico.

Para ele, o efeito da cerveja, neste contexto, é exactamente igual ao da água, desde que não haja nenhuma contraindicação especial. A quantidade “moderada” que o estudo recomendou foi de 660 ml, ou duas garrafas de cerveja (das normais, não das “mini”).

Ramón Estruch, do Hospital Clínico de Barcelona, explicou que o álcool contido na cerveja “tem certos efeitos positivos”, que se somam a componentes não alcoólicos que também fazem bem à saúde, como os polifenóis.

Segundo ele, o consumo moderado da cerveja “ajuda na prevenção de acidentes cardiovasculares, graças a seus efeitos antioxidantes e anti-inflamatórios das artérias”. Isso leva à melhora da pressão arterial, baixa o colesterol ruim (LDL) e aumenta o bom (HDL), entre outros benefícios.

O médico ressaltou também que os benefícios só aparecem “dentro de um padrão de alimentação saudável”.

Estudos como este contribuíram para o surgimento nos últimos anos de marcas de cerveja pensadas especialmente para atletas. Talvez seja um novo nicho de mercado, quem sabe.

Deixe uma mensagem!