Stedji, micro-cervejaria islandesa

Cervejaria islandesa produz cerveja usando testículos de baleia em vias de extinção

Partilhar por e-mail










Enviar
9
Partilhas

A Stedji já tinha causado alguma polémica anteriormente com uma cerveja que levava carne de baleia, mas agora conseguiu irritar a sério os protectores dos animais.

A micro-cervejaria islandesa produz estas cervejas para o Thorri, um festival nacional de inverno. A cerveja ‘Hvalur 2’ é feita com recurso a testículos de Baleia Comum, classificada como ameaçada. Os testículos são fumados de uma forma tradicional, usando excrementos de ovelha secos.

Os ecologistas alegam que o lançamento desta cerveja é mais uma forma da decadente indústria da baleia tentar criar mercados para os seus produtos.

Um representante da cervejaria responde às acusações: “Vivemos num país que permite caça da baleia, que é muito controlada pelas autoridades islandesas, mas o nosso sector das pescas é auto-sustentável e muito responsável. De acordo com as nossas pesquisas, a Baleia Comum não está em risco de extinção no Atlântico Norte”.

A Baleia Comum (Balaenoptera physalus) esteve incluída na lista das espécies em extinção após a sua população ter decrescido significativamente a nível mundial devido à sua exploração comercial. Em 1982 a International Whaling Commission (IWC) adoptou uma disposição que proibia totalmente a caça comercial da baleia. No entanto, a Noruega e Rússia contestaram essa provisão e a Islândia considerou-se não vinculada à mesma.

Fonte: TheGuardian; iflscience

Deixe uma mensagem!