Kuala Lumpur, Malásia

Malásia cancela festival de cerveja após críticas de partido islâmico

Partilhar por e-mail










Enviar
5
Partilhas

O organizador do Better Beer Festival desistiu do festival, que esperava cerca de 6000 visitantes, após críticas duras vindas do partido Islâmico Pan-Malásio (PAS).

A companhia que organizava o evento disse num comunicado que foram informados pelos oficiais da Câmara Municipal da Kuala Lumpur que a decisão foi tomada “devido à sensibilidade política envolvendo o evento”, noticiou a Reuteurs.

O The Telegraph refere que o partido avisou que o evento poderia levar a actos criminosos, sexo gratuito e violações. O líder do partido, Dr. Riduan Mohd Nor, denunciou o evento e disse que ia transformar a cidade no maior “centro de vício da Ásia” e que “é algo que é vergonhoso para um país islâmico como a Malásia”.

A Malásia pratica uma versão moderada de Islamismo Sunita, e cerca de 60% dos seus 39 milhões de residentes são muçulmanos.

O país tem leis que proíbem os muçulmanos de beber, mas estas excluem os indonésios e as minorias chinesas. Nos últimos anos tem crescido o número de conservadores de linha dura que se opõem às cultura ocidental, culpando-a da erosão da cultura islâmica.

thedrinksbusiness.com / Reuters / The Telegraph

 

Deixe uma mensagem!