Sobre

Bem-vindo! Obrigado por visitar Cerveja e Tremoço.

É um apreciador de cerveja e pretende manter-se actualizado?

Ou está a dar os primeiros passos neste mundo e deseja aprender um pouco mais?

Em qualquer um dos os casos este blog poderá ser-lhe útil. Tem por objectivo ser uma fonte de notícias, curiosidades, artigos, opiniões e, quando possível, de algum humor.

Porquê Cerveja e Tremoço?

Porque o tremoço é um petisco que habitualmente acompanha a cerveja em Portugal, mas também no Brasil e julgo que noutros países de língua portuguesa. Seguramente não será o acompanhamento ideal para muitos estilos de cervejas, mas achei interessante brincar com essa característica da nossa cultura.

Sobre mim

Chamo-me Rui Leal e sou natural e residente da histórica cidade portuguesa de Angra do Heroísmo, situada na festiva ilha Terceira, nos Açores. Sou informático, licenciado pela Faculdade Ciências da Universidade de Lisboa e trabalho profissionalmente nessa área. Tenho muitos interesses, mas destaco o gosto pela prática de futebol/futsal, downhill de bicicleta – especialmente pelos trilhos acidentados e selvagens do interior da minha ilha – e, obviamente, degustação e produção de cerveja. Sou também um defensor e fã incondicional da qualidade de vida.

Um dos meus primeiros contactos com o mundo da cerveja aconteceu quando era ainda muito novo. Felizmente isso não significa que tenha começado a beber durante a minha infância. Acontece que uma das primeiras experiências profissionais do meu pai foi na distribuição local de uma marca de cerveja e por isso tive acesso a algumas histórias sobre os desafios dessa área, da relação com os vendedores, visitas a fábricas, etc.

Confesso que não fiquei fã de cerveja das primeiras vezes que bebi, ainda na minha adolescência. Ao longo do tempo fui aprendendo a apreciá-la, especialmente depois de provar cervejas diferentes, internacionais.

Há dois aspectos que me fascinam especialmente no mundo da cerveja: o processo criativo na sua produção artesanal e a capacidade que tem de juntar as pessoas. Como nasci numa ilha com muitas tradições e festividades, que frequentemente terminam na mesa com boa bebida e comida, sempre valorizei muito esse tipo de confraternização. No início de 2013 criei a marca de cerveja Quinto Toiro, uma ideia com alguns anos que transformei num projecto real, embora ainda embrionário, e que pretende vir a ser uma homenagem à tradição e união que referi.

Pode seguir-me pelo Facebook, Twitter, Instagram, Newsletter ou enviar-me uma mensagem através do formulário de contacto.

Obrigado pela visita e volte sempre!

    — Rui