Mortes no Quénia devido a cerveja adulterada

Mortes no Quénia devido a cerveja adulterada

Pelo menos dez pessoas morreram e 35 tiveram que ser hospitalizadas devido a intoxicação após terem bebido cerveja adulterada em bairros pobres de Embu, uma cidade no nordeste da capital queniana, Nairobi.

A informação foi avançada hoje pela da imprensa local que deu conta do facto ocorrido na noite de segunda-feira. O Superintendente da Saúde adiantou que as vítimas sofreram fortes dores de cabeça e perda de visão.

De acordo com o diário The Standard, que cita uma fonte policial, já foi detida uma mulher sob a suspeita de adulterar a bebida. A bebida tóxica, conhecida como kathavuria, estava a ser vendida a 20 xelins (15 cêntimos de Euro) por 100 mililitros.

Infelizmente não é um notícia inédita e já envolveu outros tipos de bebidas e outros países. Tem acontecido especialmente em zonas muito desfavorecidas.

 

Fonte: Jornal de Notícias

 

ACTUALIZAÇÃO: 7 Maio 2014

Já são pelo menos 63 os mortos devido à cerveja adulterada. Infelizmente a venda de bebidas ilegais adulteradas tem sido prática comum no país.


Rui

Quénia

167 palavras

2014-05-06