Zimbabué

Escolas do Zimbabué proíbem cereais porque os alunos usavam-nos para produzir cerveja

Partilhar por e-mail










Enviar
5
Partilhas

Algumas escolas do Zimbábue proibiram diversos cereais de pequeno-almoço quando descobriram que os estudantes estavam a usá-los para produzir cerveja.

As escolas alegam que os estudantes criam bebidas alcoólicas muito fortes combinando os cereais, tipicamente feitos com sorgo e açúcar, com levedura e açúcar e deixando a mistura a fermentar ao sol.

Michael Dube, um químico local, referiu ao jornal Chronicle que aquela produção artesanal poderá colocar um risco para a saúde dos estudantes. “O perigo é que não há um método para controlar o teor de álcool”, disse. “A cerveja deles poderá ter um teor de álcool muito elevado, o que poderá colocar em risco a sua saúde.”

O consumo de álcool por menores é um problema em crescimento no Zimbabué, onde a polícia combate também o fenómeno das festas “Vuzu”. São festas em que o objectivo passa pelo consumo de álcool, sexo casual e abuso de drogas. Só no mês passado a polícia interrompeu uma dessas festas e prendeu 224 estudantes, com idades desde os 13 anos.

Deixe uma mensagem!