Yoni, cerveja vaginal

A primeira cerveja “vaginal” …

Partilhar por e-mail










Enviar
1.2k
Partilhas

“Imagine a essência de uma mulher numa garrafa de cerveja. Impossível? Nada é impossível!”

A frase que apresenta projecto é enigmática e uma forma talvez mais romântica de apresentar este projecto, que tenta conseguir financiamento de €150.000 através de crowdfunding na Indiegogo.

Para captar a dita “essência da mulher”, a The Order Of Yoni pretende extrair e isolar ácido láctico das vaginas de mulheres e utilizá-lo na fermentação da cerveja. A bactéria – lactobacillus – representará a graça, glamour, instintos e outras características da mulher e irá “transferi-las para a cerveja”.

É algo na mesma linha do que um pub neo-zelandês fez há pouco tempo com a sua cerveja com sémen.

Quanto a ser a primeira, tenho algumas dúvidas. Penso que há alguns anos houve uma cerveja japonesa que fez exactamente o mesmo. De qualquer forma, é apenas uma jogada de marketing que dificilmente agradará aos mais exigentes apreciadores de cerveja (especialmente de cerveja artesanal) e que geralmente condenam este tipo de abordagens.

Segue-se o vídeo promocional.

Deixe uma mensagem!