Butcher's Tears La Condition Humaine

Butcher’s Tears La Condition Humaine

Partilhar por e-mail










Enviar
11
Partilhas

La Condition Humaine

Produzida por Brouwerij Butcher's Tears (Holanda)
Estilo: Pale Ale
Álcool/vol: 6%

Fazia todo o sentido provar a La Condition Humaine depois da Green Cap, a cerveja da publicação anterior. Digo isso porque esta é na realidade uma Green Cap mas com um dryhopping de lúpulo da variedade Amarillo. O dryhopping – que pode ser interpretado literalmente como “lupular a seco” (verbo inventado por conveniência) – é uma técnica que envolve a adição de lúpulo após ou durante a fase de fermentação da cerveja. A técnica permite intensificar os aromas e sabores e extrair características mais frescas do ingrediente do que é habitual nas fases anteriores da produção da cerveja.

Butcher's Tears La Condition Humaine

A cerveja foi produzida a propósito da exibição Close Surrounding do fotógrafo/artista sueco JH Engström, exposta no Foam Museum. A marca considera-a uma ode líquida ao autor.

Como é óbvio, a Condition Humaine é muito semelhante à Green Cap, por isso a minha descrição terá em conta apenas as diferenças entre ambas e será muito breve.

O aroma é mais cítrico e com presença de lúpulo talvez um pouco superior. Há também uma diferença óbvia no sabor. Apesar da intensidade/proporção do lúpulo parecer semelhante, o lúpulo Amarillo faz-se notar e introduz um sabor mais cítrico que se aproxima mais ao da laranja do que do limão.

Esta cerveja é um bom exemplo de como uma alteração subtil, ou neste caso uma adição, pode dar um twist significativo à cerveja. Não sei dizer se prefiro claramente uma em relaçao à outra, mas experimentá-las em sequência é uma experiência interessante e uma forma de compreender o impacto que pequenas alterações à receitapodem ter.

Butcher's Tears La Condition Humaine

Leia também sobre a Green Cap, a cerveja-mãe desta La Condition Humaine.

Deixe uma mensagem!